2 Fatos Muito curiosos sobre o médium Chico Xavier

2 Fatos Muito curiosos sobre o médium Chico Xavier

O pioneiro lides espiritual mais considerado no Brasil era conhecido por sua identidade por ter a opção de falar com pessoas que morreram.

 

Médium Chico Xavier

 

Francisco Cândido Xavier, conhecido como Chico Xavier, antecipou que desencarnaria (termo utilizado na confiança espírita) em um dia em que os brasileiros se alegrassem.

O médium morreu em 30 de junho de 2002, naquele dia a seleção Brasileira brasileiro de futebol masculino conquistou pela quinta vez o título de melhor do planeta.

Chico faleceu aos 92 anos de idade, sendo 71 anos comprometido com o movimento mediúnico.

O médium faleceu aos 92 anos de uma captura cardiopulmonar em 30 de junho de 2002.

Conforme relatos de companheiros e parentes próximos, Chico disse que “desencarnaria” em um dia em que os brasileiros fossem excepcionalmente alegres. além do mais, quando a nação estava em festa, com o objetivo de que sua desencarnação não causasse miséria. 

O país elogiou a realização da Copa do Mundo de futebol daquele ano após a sua morte (Chico chutou o balde cerca de nove horas após a coordenação Brasil-Alemanha). 

O então líder do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, fez uma anotação sobre a passagem do médium:

“Incrível pioneiro do além e querida e apreciada figura de todo o Brasil, Chico Xavier deixou sua mancha no centro, tudo sendo igual, que por um considerável Por muito tempo, descobrimos como considerar seu compromisso contínuo com o bem-estar dos outros “.

O então chefe legislativo de Minas Gerais, Itamar Franco, anunciou um luto oficial por três dias no estado e expressou:

” Chico Xavier comunicou em sua face, uma enorme generosidade, uma impressão de sua alma iluminada, o que era especialmente aparente em sua devoção às pessoas pobres, que eu amarei perpetuamente com extraordinária amizade.

De acordo com a Polícia Militar de Minas Gerais, 120.000 pessoas foram ao velório, ocorrido em Uberaba nos dias 1 e 2 de julho. Em um caminhão do

Corpo de Bombeiros, a caixa de pinheiro com o corpo do médium saiu 5 km para chegar ao cemitério São João Batista ( adicionalmente em Uberaba) e

mais de 30.000 pessoas participaram do desfile caminhando. No momento em que a caixa pousou no cemitério, foi recebida com uma chuva de pétalas

de 3.000 rosas lançadas em generosidade de um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal. [1]

Os Centros Espíritas estabelecidos por Chico Xavier, “Grupo de Oração Espírita” e “Comunhão Espírita Cristã” em Uberaba e “Centro Espírita Luiz

Gonzaga” em Pedro Leopoldo, prosseguem trabalhando e prestam inúmeras ajudas beneficentes. 

Em 2014, o Ministério Público Federal de Uberaba, Minas Gerais, concordou com um acordo com o filho recebido do médium Chico Xavier, Eurípedes

Higino, que acomoda a segurança e o registro da reunião do médium.

Um canino chamado Chico

Durante a gravação do filme Chico Xavier, o chefe Daniel Filho exigiu um canino “vira-lata” para filmar uma cena específica, então ele foi às ruas em

busca de um cão com esse perfil. Um cão vira-lata começou a perseguir Daniel obstinadamente até que, a longo prazo, descobriu que o nome do

canino era Chico. O canino naquele momento conseguiu seu emprego no filme.

Alguns artistas célebres participam do elenco de “Chico Xavier, o filme, por exemplo, Tony Ramos, Christiane Torloni, Giovanna Antonelli, Leticia

Sabatella e Paulo Goulart. De qualquer forma, foi um cão de raça que criou uma circunstância inquisitiva na gravação. O colunista e escritor do livro

que motivou o filme, Marcel Souto Maior, diz que o grupo precisava de um canino e não conseguia localizar um razoável.

“De qualquer forma, houve um vira-lata que perseguia o grupo consistentemente e um dia eles escolheram testá-lo e ele se saiu bem.

Então eles perseguiram o proprietário e pensaram em qual era o nome do cão?

Chico “, conta o escritor do livro” Como vive de Chico Xavier “.

De acordo com o executivo do filme, Daniel Filho, distribuído em seu blog, Chico (o canino) fez uma cena espessa com o artista Ângelo Antônio, que interpreta o meio.

No entanto, antes disso, “o vira-lata aparece abafado no estúdio: ele pula, balança todo mundo, descansa e se move na grama.

Uma compaixão.

” O animal brinca com o cão lorde que tinha um lugar com o médium.

O filme, que conta a vida do médium brasileiro desde a juventude até a maturidade, está previsto para a alta em abril deste ano.

 

Deixe uma resposta