Qualquer um pode acelerar seu coração, mas ninguém pode fazer sua alma Vibrar

Qualquer um pode acelerar seu coração, mas ninguém pode fazer sua alma Vibrar

 

Afortunado é aquele que foi capaz de experimentar a chuva de sensações e emoções que são sentidas simplesmente pensando em ser amado.

Sem dúvida, é muito agradável quando, com uma mensagem no ouvido, a pele se arrepia e o coração acelera, mas isso é curto e pequeno em comparação com a sensação de que alguém vibra nossa alma.

Acariciar a alma vai além de um aspecto físico no relacionamento, vai além do óbvio, é um processo que é realizado a partir da profundidade do ser,

quando ocorre uma conexão emocional que excede em intensidade o que sentimos.

através de qualquer encontro físico.

Passamos a vida conhecendo muitas pessoas, algumas que gostamos mais que outras, algumas nos dão coisas que outras não, alguns de nós dão uma parte de nosso ser enquanto isso, mas tudo isso parece tão pequeno quando realmente encontramos aquela pessoa que nos faz vibrar o amor, com quem

sentimos uma conexão que vai além do conhecido, que transcende os espaços, que nos faz pensar que tudo o que vivíamos anteriormente era uma demonstração do amor.

Apreciamos essa pessoa além do físico, somos despertados pelos sentimentos mais profundos, com ele nossos instrumentos de medição alteram suas escalas de medida para se adaptarem ao que sentimos.

É fascinante como, depois de conhecer essa pessoa, nada é o mesmo de antes, nossa vida fica com uma espécie de tatuagem no coração e é promovido um sentimento de pertencimento e permanência que torna todo o resto sem sentido.

Sabemos que ninguém é perfeito, mas também sabemos que encontramos a pessoa que aperfeiçoa nossa vida, que, mesmo respeitando nossos espaços, nossa independência, nossos projetos individuais, somos um, nos conhecemos como se a eternidade tivesse cuidado

de atravessar uma e novamente, nos amar de novo e de novo.

Nossos hormônios banham nossos espaços físicos, enquanto nos deleitamos com a energia que flui em nosso ser, aquela energia que esclarece que está tudo bem, essa admiração, esse amor, que você vence, que cumplicidade, que a amizade é perfeita.

acoplados um ao outro.

Nessas uniões, as distâncias físicas perdem importância, a conexão vai além, não há medo de perder o ente querido, porque sabe-se que não seria uma perda, sabe-se que será uma pausa porque, em última análise, estão conectados através de algo que ele não conhece tempo, distâncias, separações, alguém se conhece viajando e se encontrando ao longo de sua vida, indo além do que sabemos como lidar.

RECEBA MOSSA NEWSLETTER



Deixe uma resposta